Clube Celtas do Minho

O Clube Celtas do Minho é resultado da união da extinta Secção dos Celtas de Lovelhe da Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Lovelhe e do extinto Grupo Juvenil de Caminha. Em 24 de Março de 1997 é fundado o Clube, essencialmente orientado para a promoção e prática das actividades desportivas e recreativas de montanha.

Pouco a pouco, com um maior conhecimento do meio e uma preocupação crescente pela conservação dos espaços de Montanha, o Clube vai sentido a necessidade de lutar pela defesa da fixação e da melhoria do bem-estar das comunidades de montanha. Dentro desta preocupação, o Clube lança-se, a partir de 2001, em projectos de valorização da Montanha, sendo exemplos: o Centro de Interpretação da Serra d’ Arga, a organização do Forum Ibérico da Montanha (onde se impulsionou a criação da Federação Portuguesa de Montanhismo e Escalada) e mais recentemente, o Refúgio de Montanha da Serra d’ Arga.

Hoje, os Celtas do Minho, tal como outras associações lutam pela sua sobrevivência, prosseguindo na luta pela conservação e valorização dos territórios de Montanha, sem nunca porem de parte os seus objectivos fundadores.